Beber durante as primeiras semanas da gestação, pode causar danos permanentes ao feto, segundo estudo realizado pela universidade de Helsinki – Finlândia.
Os pesquisadores demonstraram que a exposição ao álcool pode, no primeiro trimestre, pode levar a síndrome alcoólica fetal (SAF) caracterizada por alterações na face, alterações cardíacas além de alterações na fala e raciocínio.

O primeiro trimestre fetal é muito importante para a formação fetal, onde acontece a maioria das diferenciação celulares. Nesta faze o embrião (feto) é vulnerável a influencias externas.

Por isso a importância de realizar um planejamento e um bom pré-natal. Sempre questione seu ginecologista sobre suas dúvidas. Um bom relacionamento pode prevenir aflições.

Dr. Claudio Magoga Filho

Deixe uma resposta